D
  • Desenvolvedor

Daniel Machado

Brasília (DF)
3seguidores81seguindo
Entrar em contato

Comentários

(146)
D
Daniel Machado
Comentário · há 19 dias
Como disse o colega abaixo, parabéns pela clareza da exposição, pelos argumentos fundamentados e reitero que você não está sozinha nessa querela.

Longe de menosprezar a violência contra as mulheres, mas com o mesmo intuito de ajustar o foco para que este é um problema supra-seuxal, para incrementar o debate lanço luz à patente discrepância na expectativa de vida de homens, de 71 anos, e das mulheres, de 78 e que não há outra discrepância similar no resto do reino animal, o que induz à conclusão de que essa diferença é fruto de uma herança cultural em vez de genética, que pode ter vários motivos, mas que no meu entendimento é em função do fato de que os homens arcam com uma carga social maior, sendo, por isso, sobrecarregados física e psiquicamente.

O objetivo da minha exposição é derrubar a falácia da ideologia de gêneros anti-sociedade-patriarcal-machista (pela sua natureza polêmica em detrimento da natureza científica), nunca a de alimentar uma contraposição em defesa do gênero masculino.

Penso que precisamos nos focar em uma sociedade que encontre as semelhanças entre as pessoas, nunca as diferenças. Enfim, o conceito de república, de Estado de Direito, de Estado Laico e de democracias integrados.

Veja que os judeus há mais de 7 mil anos atrás já fundamentavam a sociedade na ideia de que o gênero sexual não deve ser parâmetro para decisões políticas. Por que ainda combatemos as diferenças em vez de promover as igualdades?

A maior igualdade é a de que homens e mulheres têm QI igual, o que é um ótimo ponto de partida para uma visão coletivista sem diferenças sexuais.

Sendo assim reforço que também não compactuo com a validade da lei do feminicídio, que fere os princípios constitucionais de que todos somos iguais perante a lei. Penso que essa lei foi criada para o alívio moral de pessoas que se sentem em um conflito interior sobre seus próprios preconceitos de gênero, e que, por isso, na realidade nem estão comprometidos com os resultados práticos de tal tipo de lei, sendo somente uma expressão egocêntrica em vez de coletivista.

Abraço.

Recomendações

(57)

Perfis que segue

(81)
Carregando

Seguidores

(3)
Carregando

Tópicos de interesse

(45)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Daniel

Carregando

Daniel Machado

Entrar em contato